es Español

Pós-modernidade ou sublimidade: A criação entre dois mundos. Por Ana Vivas.

Ana Vivas (Madrid em 1958) iniciou os seus passos na academia El Prado sob a tutela dos pintores Manuel Martínez, Paco Molina e Jorge Pedraza; Este ponto de partida será o ponto definitivo para um contacto iniciático com as artes e o início da carreira desta artista madrilena. A partir de 1995, dá-se um salto significativo na produção e vislumbra-se o nascimento de um estilo próprio: inicia o seu caminho particular para a dissolução total da figuração e a explosão sem barreiras de mancha e cor.

Na obra desta artista, tudo está à disposição da devastação da cor, canal definitivo do seu universo emocional, espiritual e projetivo. A cor é essência e existência, é em relação a si mesma e em si mesma: sem dúvida, o motor absoluto de uma criação sem amarras. A cor é a força da luz, é um impulso interior do artista e é, ao mesmo tempo, uma ligação com o exterior. Sua criação é prolífica em paisagens de enorme sublimidade, expansiva e apaixonada, ao mesmo tempo introspectiva e carregada de enorme intimidade; a liberação inevitável da essencialidade que está por trás do todo. 
 
              As paisagens de Vivas fazem parte de colecções públicas e privadas de carácter nacional e internacional e passaram por prestigiosas casas de leilões como Segre, Castellana ou Ansorena. Entre seus inúmeros reconhecimentos, o Collado Mediano Primeiro Prêmio de Pintura, Segundo Prêmio no XV Concurso Nacional Villa de Parla, Diploma de Excelência pela trajetória artística do Grupo Proarte y cultura, Concurso Accésit Small Madrid Box Format ou Segundo Prêmio I Prêmio de Resumo Art Mario Saslowski. Entre as inúmeras exposições, destacam-se as realizadas na Sotheby's (Londres), Museu Adolfo Suárez (MAST, Ávila), galeria Maes (Madrid), galeria ProART (Madrid), na Art and Art Gallery (Madrid), Clube 567. (Madrid ), Galeria Opsteker (Durgerdam e Amsterdam), na galeria ARTI (Amsterdam), últimas exposições individuais no Conselho Provincial de Ávila em 2017 e no Palácio do Infantado em Guadalajara em 2018. Como curador e promotor cultural, Vivas realizou exposições em a Comunidade de Madrid, tanto em Navacerrada como em Collado Villalba, no seu particular interesse em expandir o conhecimento da arte contemporânea e do incalculável legado que a arte de vanguarda significou.
               
 
Curadora: Catalina Benavides Jiménez-Landi

Obras

Sensações

Técnica: óleo / tela - Medidas: 150 x 100 cm. Díptico

Preço: € 3.800

Mistério

Técnica: óleo / tela - Medidas: 60 x 125 cm. Díptico

Preço: € 2.300

Cair

Técnica: óleo / tela - Medidas: 116 x 89 cm. Díptico

Preço: € 2.500

Nuvens

Técnica: óleo / tela - Medidas: 125 x 120 cm. Díptico
 
Preço: 3.500 €
 

Fundo marinho

Técnica: óleo / tela - Medidas: 100 x 20 cm. Díptico
 
Preço: 1.000 €
 

Quando a lua cair

Técnica: óleo / tela - Medidas: 80 x 40 cm. Díptico
 
Preço: 1.000 €
 

Sol de abril

Técnica: óleo / tela - Medidas: 70 x 70 cm. Díptico
 
Preço: 1.200 €
 

Verde água

Técnica: óleo / tela - Medidas: 100 x 100 cm. Díptico
 
Preço: 2.300 €
 

Volcán

Técnica: óleo / tela - Medidas: 89 x 130 cm. Díptico -
 
Preço: € 2.600
 

Vulcão II

Técnica: óleo / tela - Medidas: 89 x 116 cm Díptico -
 
Preço: € 2.500

Verão

Técnica: óleo / tela - Medidas: 100 x 160 cm Díptico -
 
Preço: € 3.500

Verão II

Técnica: óleo / tela - Medidas: 100 x 100 cm Díptico -
 
Preço: € 2.300
 

Verão III

Técnica: óleo / tela - Medidas: 130 x 89 cm Díptico -
 
Preço: € 2.600
 

Luz oriental

Técnica: óleo / tela - Medidas: 80 x 40 cm. Díptico -
 
Preço: € 1.000

Primavera

Técnica: óleo / tela - Medidas: 50 x 100 cm Díptico -
 
Preço: € 1.400
 

Contato

Preencha o formulário e alguém de nossa equipe entrará em contato com você em breve.