es Español

Grupo de trabalho

Promoção do empreendedorismo na Espanha

Por quê?

O Grupo de Trabalho «a promoção do empreendedorismo em Espanha» pretende identificar as actuais barreiras financeiras, burocráticas e culturais que um empresário em Espanha deve enfrentar, bem como os diferentes promotores e definir o roteiro que deve enfrentar uma startup espanhola desde a sua constituição, até à sua fase de expansão, do ponto de vista de promotores, investidores e Administração, de forma a identificar as fragilidades do sistema espanhol, os pontos em que somos fortes e, sobretudo, as iniciativas que devem ser tomadas atrair promotores, investidores e corporações para a geração de novas startups de longo prazo.

Áreas de Análise

O modelo de empreendedorismo espanhol

Modelo espanhol vs. modelos europeus

Grau de promoção do empreendedorismo

publicações

Empreendedorismo na Espanha

Propostas do Grupo de Trabalho Fide

Sob a coordenação de Abel Fernández, o GT Empreendedorismo na Espanha apresenta em 3 de julho de 2020, 6 propostas para valorizar o ecossistema empreendedor na Espanha.

O grupo de trabalho Fide formula propostas nos seguintes assuntos:

  1. Aprimoramento do regime de compensação de dívidas tributárias: a reforma da Conta Corrente Fiscal.
  2. Aplicação da monetização das deduções fiscais para I + D + i, com retroactividade de 1 a 3 anos, sem necessidade de Laudo Fundamentado para as empresas que faturem menos de € 10M e recebam numerário num período não superior a 6 meses.
  3. Introdução na regulamentação do imposto sobre as sociedades de disposições que estendem a liberdade de depreciação de imobilizado a todas as empresas, antes de manter o emprego existente.
  4. Aumentar a percentagem de deduções de TI de 12 para 20% e do bónus de Segurança Social para pessoal de investigação de 40% para 100% para as empresas que faturam menos de € 10M.
  5. Introdução na regulamentação do IRC de melhorias técnicas em relação à redução ao valor recuperável de créditos por inadimplência
  6. Fortalecer os canais de financiamento do Programa ENISA ou Innvierte, para permitir o crescimento das startups por meio do recebimento de financiamentos antecipados, com empréstimo de 0% ou capital público de risco em setores definidos como estratégicos para o país.

Participaram deste grupo de trabalho: 

  • Álvaro de la Cueva, Sócio do Departamento Fiscal da Garrigues.
  • Pablo Coca, Diretor de Desenvolvimento da Fundação CTIC
  • Abel Fernandez, Leyton Partnership Manager. Coordenador GT
  • Javier Fernández-Lasquetty, Parceiro Elzaburu. Membro do Conselho Acadêmico da Fide.
  • José Fernández Camero, Co-fundador da Triditive.
  • Margarita Garcia, Leyton Diretor de Marketing
  • Cristina Jiménez Savurido, Presidente da Fide
  • Rafael Martínez Permuy, Co-fundador da Microviable Therapeutics
  • Andy Ramos, Conselheiro do Departamento de Propriedade Intelectual, Industrial e Tecnológica de Pérez-Llorca. Membro do Conselho Acadêmico da Fide.
  • Angela Ribeiro, Vice-Presidente Adjunto de Transferência de Conhecimento do Centro de Automática e Robótica do CSIC
  • Marta Saiz, Inspetor designado para a Subdiretoria de Informação e Assistência da AEAT
  • Josep Santacana, Sócio-gerente da Nekko
  • Jaime Velasco Praga, CEO da GoSupply

 

Observadores do grupo de trabalho:

Risco Teresa, Secretário-Geral da Inovação. Ministério da Ciência e Inovação.

 

Todas as pessoas que participaram neste grupo de trabalho da Fide o fizeram a título pessoal e não por conta das entidades, escritórios, universidades ou empresas, onde desenvolvem o seu trabalho profissional, pelo que estas conclusões não refletem e não recolher posições institucionais, mas específicas de cada um dos membros do grupo.

Coordenador de Grupo

Abel Fernandez

Gerente de Parcerias da Leyton Iberia.
Coordenação acadêmica

Contato

Preencha o formulário e alguém de nossa equipe entrará em contato com você em breve.