es Español

A Transição Energética e Fide: Resumo da atividade para o curso 21-22

“O objetivo deste relatório é apresentar uma síntese das principais ideias transmitidas pelos oradores e compilar um compêndio das mais valiosas reflexões feitas pelos participantes nas referidas sessões do GT CCTE realizadas durante o ano letivo 2021-2022.”

O grupo de trabalho Mudanças climáticas e transição energética, apresenta o resumo de suas atividades deste último ano letivo 2021-2022.

El Acordo de Paris, adotada em dezembro de 2015, foi um marco histórico na luta global contra as mudanças climáticas. O objetivo fundamental do Acordo é uma transição global que culminará em um modelo de desenvolvimento com baixo teor de carbono e resiliente às mudanças climáticas.

O compromisso político da União Europeia em relação ao Acordo de Paris consta principalmente das conclusões do Conselho Europeu de 23 e 24 de outubro de 2014, que acordou o quadro de ação da União Europeia no domínio do clima e da energia até o ano de 2030.

Da mesma forma, em 30 de novembro de 2016, a Comissão Europeia apresentou o Pacote “Energia Limpa para Todos”. Este pacote, uma vez implementado, pretendia criar um sistema energético europeu mais sustentável, seguro e competitivo para compatibilizar o cumprimento dos objetivos de alterações climáticas estabelecidos no Acordo de Paris com a entrega de energia ao consumidor a preços acessíveis.

A tradução do conjunto de os compromissos assumidos a nível internacional e europeu obrigaram a Espanha a dotar-se de um quadro normativo que contemplasse os objetivos de médio e longo prazos para a redução das emissões de gases de efeito estufa, dando sólido respaldo jurídico ao planejamento energético.

La Lei de Mudança Climática e Transição de Energia 2021 constitui o instrumento chave para garantir o cumprimento dos compromissos de Espanha em relação à descarbonização da economia.

Com o início da tramitação do Projeto de Lei, FIDE constituiu o Grupo de Trabalho sobre Mudança Climática e Transição de Energia (WG CCTE). Os componentes do grupo no ano letivo 2021-2022 e seus coordenadores estão no Anexado 1 a este documento e no final desta nota.     

Neste curso o grupo considerou o alvo colaborar ativamente no debate para a implementação dos mecanismos e instrumentos constantes da referida Lei. sete sessões em que foram discutidos os aspectos mais relevantes da Lei que precisavam de desenvolvimento. No Apêndice 2 as sessões realizadas estão relacionadas com os temas, oradores e respetivas datas.

Este relatório pretende mostrar um abstrato das principais ideias transmitidas pelos oradores e compilar as mais valiosas reflexões feitas pelos participantes nas referidas sessões do WG CCTE realizado durante o ano letivo 2021-2022.

Entre os tópicos abordados neste resumo, podemos encontrar:

  • A descarbonização, como objetivo imperativo
  • Impacto da proposta da UE "FIT FOR 55" no LCCYTE
  • Necessidade de um plano de energia e clima para orientar a regulamentação e o investimento
  • A promoção das energias renováveis ​​no sistema elétrico
  • Promoção da eficiência energética no consumo
  • Mobilidade sustentável
  • O papel dos ecocombustíveis para garantir uma mobilidade sustentável e acessível

Sumário executivo

Componentes do GT CCTE:

Coordenadores técnicos:

  • Valentín Alfaya, Diretor de Sustentabilidade da Ferrovial.
  • Mariano Bacigalupo, Diretor do CNMC e Professor Universitário (UNED).
  • Carlos De Miguel, Advogado. Professora Universitária da Pontifícia Universidade Comillas- ICADE.
  • Luis Jesús Sánchez de Tembleque, Secretário Executivo da ARIAE.
  • Guillermina Yanguas, magistrada. Doutor em Direito. Pontifícia Universidade Professor Comillas - ICADE.

Coordenadores acadêmicos:

  • Carmen Hermida, Diretora Geral da Fide.
  • María Emilia Malacalza, Assistente da Coordenação em Fide

Sócios (em 30 de junho de 2022):

  • Juan José Alba Ríos, Diretor de Regulação para Espanha e Portugal da Endesa
  • Valentín Alfaya, Diretor de Sustentabilidade da Ferrovial
  • Mariano Bacigalupo, Diretor da CNMV e Professor Universitário (UNED)
  • Antonio Baena, Advogado, Departamento de Meio Ambiente da Garrigues
  • Rosa Bayo, líder de relações públicas da Exolum
  • Mariluz Castilla, Consultora Sênior da PwC
  • Darío Canterla, Advogado da Junta de Andaluzia. Chefe de Aconselhamento Ministério da Economia
  • Carlos De Miguel, Advogado. Professora Universitária da Pontifícia Universidade Comillas- ICADE
  • Francisco Espinosa, Sócio-Gerente da ACE Associação de Consumidores de Eletricidade
  • Santiago Garrido, Sócio de Direito Público da Gómez-Acebo y Pombo
  • José López Tafall, Diretor Geral da ANFAC
  • Luis Jesús Sánchez de Tembleque, Secretário Executivo da ARIAE
  • Fernando Soto Martos, Diretor Geral da AEGE
  • Guillermina Yanguas, magistrada. Doutor em Direito. Pontifícia Universidade Professor Comillas - ICADE

Se o artigo foi interessante para você,

Convidamos você a compartilhar nas Redes Sociais

Twitter
LinkedIn
Facebook
E-mail

Deixe um comentário

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.

Contato

Preencha o formulário e alguém de nossa equipe entrará em contato com você em breve.