es Español

Máximo interesse no dia de debate em San Sebastian sobre as conclusões alcançadas pelo Grupo Fide sobre uma nova organização jurídica consensual do trabalho e das relações laborais

"O Colégio Oficial de Graduados Sociais de Gipuzkoa realizou uma manhã de debate na última sexta-feira, 13 de janeiro, com o objetivo de divulgar e analisar as Conclusões alcançadas pelo Grupo Fide."
Imagem tirada durante o dia

A abertura do dia ficou a cargo de Inaki Tapia, Presidente do Colégio Oficial de Graduados Sociais de Guipuzkoa. Alguns membros do Grupo participaram. Fide: Maria Emília Casas Baamonde. Presidente Emérito do Tribunal Constitucional e Professor de Direito do Trabalho; Rosa Maria Virolés Pinol. Magistrado da Quarta Câmara do Supremo Tribunal Federal; Roman Gil Alburquerque. Advogada especializada em Direito do Trabalho. Sagardoy Abogados e Cristina Jiménez Savurido. Juiz de licença, Presidente da Fide. A moderação ficou a cargo Lourdes Pérez Rebollar, Editor-chefe do Diario Vasco.

Cristina Jiménez iniciou a sua intervenção agradecendo ao Colégio Oficial de Guipuzkoa o interesse demonstrado pelas Conclusões e Recomendações alcançadas pelo Grupo Fide e a organização da conferência dedicada à análise do documento e dos assuntos nele tratados e agradecendo também o trabalho que todo o Grupo Fide realizou. María Emilia Casas, em seu discurso, fez referência à conclusões gerais e aspectos relacionados à negociação coletiva e representação e participação; Román Gil, abordou as questões relacionadas com o noivado e Rosa María Virolés, centrou seu discurso no despedimento Questões relacionadas ao flexibilidade interna.

Durante as três horas que durou o evento, foram colocadas as opções deste grupo de trabalho e algumas delas foram debatidas em que os profissionais do Direito do Trabalho, representantes das Administrações Públicas e Magistrados da Ordem Social que compareceram expuseram a sua visão da realidade com a qual trabalham no dia a dia, criando um debate animado que ajudou os palestrantes a evidenciar a realidade das relações de trabalho que ocorrem em Guipuzkoa e no País Basco.

 
Acesse a cobertura da imprensa sobre o evento:
http://www.noticiasdegipuzkoa.com/2017/01/14/economia/el-legislador-no-se-termina-de-creer-que-tiene-que-acabar-con-la-contratacion-temporal-y-la-fomenta

http://www.diariovasco.com/economia/201701/13/rosa-viroles-magistrada-tribunal-20170113002229-v.html

http://www.elcorreo.com/bizkaia/economia/trabajo/201701/14/necesaria-nueva-reforma-laboral-20170113184613.html

Acesse o documento

Vídeo completo do dia:

Se o artigo foi interessante para você,

Convidamos você a compartilhar nas Redes Sociais

Twitter
LinkedIn
Facebook
E-mail

Deixe um comentário

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.

Contato

Preencha o formulário e alguém de nossa equipe entrará em contato com você em breve.